Printer-friendly version

Falsas Profecias de Joseph Smith

Falsas Profecias de Joseph Smith

Traduzido por:
 

Joseph Smith ostentou muitos títulos em sua vida: Élder (“ancião”, em um sentido espiritual), Vidente, Presidente, Prefeito e até mesmo Tenente-General. Mas o título pelo qual ele é mais conhecido é o de Profeta. E ele de fato não se furtou de fazer profecias, não raro de maneira bastante solene e enfática, invocando os poderes do Céu e o nome de Deus. Neste artigo listamos sete das profecias de Smith, notáveis por seu enfático apelo à Autoridade Divina, coletadas de fontes Mórmons respeitadas, sejam das Escrituras Mórmons, seja da coletânea “History of the Church”, composta de sete livros com a Historiografia oficial da Igreja SUD. Sempre que possível, informamos o contexto histórico e documental de cada uma destas profecias e utilizamos a tradução oficial da Igreja SUD sempre que possível. Quando não houver versão em português disponível, traduziremos de forma leal, fornecendo um ‘link’ para a documentação original.

“E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o Senhor não falou?
Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele” -
Deuteronômio 18:21,22, NVI

Profecia 1: A vinda do Senhor

“O Presidente Smith afirmou então que a reunião fora convocada, porque Deus a tinha ordenado; E foi-lhe dado conhecimento pela visão e pelo Espírito Santo(...) Era a vontade de Deus que fossem ordenados para o ministério e saíssem para podar a vinha pela última vez, pois a vinda do Senhor, que estava perto - até cinquenta e seis anos haveria de encerrar a cena.” (History of the Church, Vol. 2, página 182 – tradução livre; destaques nossos).

Esta profecia foi proferida por Joseph Smith em 1835, e registrada por Oliver Cowdery na Historiografia SUD. O prazo de cinqüenta e seis anos expirou em 1891.

Profecia 2: A Missão de David W. Patten

“1 - Em verdade assim diz o Senhor: É prudente que meu servo David W. Patten resolva todos os seus negócios logo que possível e disponha de sua mercadoria a fim de realizar uma missão para mim, na próxima primavera, em companhia de outros, sim, doze incluindo ele próprio, para testificar meu nome e levar alegres novas a todo o mundo.” (Doutrina e Convênios, Seção 114:1, destaque nosso)

Conforme a introdução da seção, esta profecia foi feita em 17 de Abril de 1838. David W. Patten faleceu em outubro daquele mesmo ano, vítima de ferimento de batalha, não tendo visto a próxima primavera quando cumpriria sua missão.

Profecia 3: A Iminente queda do Governo dos Estados Unidos

“Eu profetizo em nome do Senhor Deus de Israel: a menos que os Estados Unidos reparem os erros cometidos contra os Santos no estado do Missouri e puna os crimes cometidos por seus oficiais, em poucos anos o Governo será totalmente derrubado e consumido, e não haverá mais que um amontoado de entulho pela sua maldade em permitir o assassinato de homens, mulheres e crianças; e os saque s e extermínio de milhares de seus cidadãos não ficará impune” (History of the Church, Vol. 5, pag. 394– tradução livre; destaques nossos).

Joseph Smith fez esta profecia em 6 de Maio de 1843. No entanto, o governo dos Estados Unidos não reparou nenhum de seus atos cometidos contra os Mórmons no Missouri, desde aquela época, mesmo mediante muitas petições.

Profecia 4: A Queda do Congresso Americano

“Ao discutir a petição ao Congresso, eu profetizei, em virtude do santo sacerdócio investido em mim, e em nome do Senhor Jesus Cristo, que, se o Congresso não ouvir nossa petição e nos conceder proteção, eles serão quebrantados como governo, e Deus os amaldiçoará, e não lhes sobrará nada - nem sequer uma mancha de gordura.” (Millennial Star, Vol. 22 – num. 29, pag. 455 – History of Joseph Smith – tradução livre),

Esta profecia consta também em History of the Church (HC), vol. 6, pag. 116 embora, quando essa previsão foi incorporada à história oficial, os líderes da Igreja Mórmon decidiram deixar de lado a " Mancha de gordura ".)

A petição não foi ouvida nem a proteção foi concedida (Deseret News, Vol. 1, num. 8, página 59). Contudo, o Congresso nunca foi quebrantado e continua a funcionar até hoje. É interessante que os compiladores da HC acrescentaram uma nota editorial na tentativa de suavizar ou explicar esta profecia. Eles afirmam que: "Esta previsão, sem dúvida, tem referência ao partido no poder, ao ‘governo’ considerado como a administração"; (ver nota  4 no fim da página na versão eletrônica; ou na versão impressa de 1902). De acordo com a nota no HC, esse seria o Partido Democrata, que estava no controle na época. No entanto, a previsão é que "O Congresso será quebrantado como governo," e o Congresso é composto por representantes de ambos os partidos. Os Santos estavam fazendo um apelo ao Governo Geral, não ao Partido Democrata, um ponto feito por uma declaração sumária na margem esquerda da petição.

Profecia 5: O tesouro de Salém, Massachusetts

Esta profecia pode ser conferida nas Doutrina e Convênios, Seção 111 (destaque nosso). O texto introdutório da seção afirma:

“Revelação dada por intermédio de Joseph Smith, o Profeta, em Salém, Massachusetts, em 6 de agosto de 1836. Nessa ocasião os líderes da Igreja estavam muito endividados devido a seu trabalho no ministério.

1 - EU, o Senhor vosso Deus, não estou descontente com vossa viagem, apesar de vossa insensatez.

2 - Tenho muitos tesouros para vós nesta cidade, para o benefício de Sião, e muita gente, nesta cidade, que reunirei no devido tempo para o benefício de Sião, por intermédio de vós.

3 - Convém, portanto, que traveis conhecimento com homens desta cidade, como fordes guiados e como vos for indicado.

4 - E acontecerá que, no devido tempo, porei esta cidade em vossas mãos para que tenhais poder sobre ela, de modo que não descubram vossos planos secretos; e sua riqueza no que diz respeito a ouro e prata será vossa.

5 - Não vos preocupeis com vossas a  dívidas, porque vos darei poder para pagá-las.”

Nenhum tesouro escondido foi jamais descoberto, e nem mesmo Salém ou seu ouro e prata caíram na mão dos Mórmons desde os dias de Smith até hoje.

Profecia 6: Pestilência, Saraiva, Fome e Terremoto sobre os Maus

Esta profecia de Smith pode ser encontrada na Historiografia Oficial da Igreja SUD.

“E agora estou disposto a dizer, pela autoridade de Jesus Cristo, que não passarão muitos anos antes que os Estados Unidos apresentem tal cena de derramamento de sangue como não tem paralelo na história de nossa nação; Pestilência, saraiva, fome e terremoto varrerão os ímpios desta geração da face da terra, para abrir e preparar o caminho para o retorno das tribos perdidas de Israel a partir do país do norte. O povo do Senhor, aqueles que cumpriram as exigências da nova aliança, já começaram a reunir-se em Sião, que está no estado de Missouri; Por isso vos declaro a advertência que o Senhor ordenou que se declarasse a esta geração, lembrando-se de que os olhos de meu Criador estão sobre mim, e que a ele respondo por cada palavra que digo, não desejando nada pior a meus semelhantes do que a sua eterna salvação; Portanto, ‘Temei a Deus, e dai-Lhe glória, porque a hora do seu juízo virá’. Arrependei-vos, arrependei-vos, e abraçai a aliança eterna, e fujais a Sião, antes que o açoite transbordante vos alcance, pois há aqueles que agora vivem sobre a terra cujos olhos não se fecharão na morte até que vejam todas estas coisas que eu tenho Falado, cumprido “(History of the Church, Vol. 1, pp. 315-316 – tradução livre; destaque nosso).

Apesar da solenidade do apelo e do temor alegado por Smith de prestar conta de suas palavras a Deus, a destruição generalizada dos ímpios daquela geração jamais ocorreu.

Profecia 7: A construção do Templo em Sião (Zion), Missouri

Esta profecia consta nas Doutrina e Convênios, Seção 84 (destaque nosso), que é introduzida pelo texto:

“Revelação dada por intermédio de Joseph Smith, o Profeta, em Kirtland, Ohio, em 22 e 23 de setembro de 1832 (...)  O Profeta chamou-a de revelação sobre o sacerdócio.

1 - Uma revelação de Jesus Cristo a seu servo Joseph Smith Júnior e seis élderes, ao unirem o coração e erguerem a voz ao céu.

2 - Sim, a palavra do Senhor com respeito a sua igreja, estabelecida nos últimos dias, para a restauração de seu povo, como falou pela boca de seus profetas; e para a reunião de seus santos no Monte Sião, que será a cidade de Nova Jerusalém.

3 - Cidade essa que será construída a partir do terreno do templo, designado pelo dedo do Senhor, nas fronteiras ocidentais do Estado de Missouri e dedicado pela mão de Joseph Smith Júnior e outros de quem o Senhor se agradava.

4 - Em verdade esta é a palavra do Senhor: Que a cidade de Nova Jerusalém seja construída pela reunião dos santos, a partir deste lugar, sim, o local do templo, templo esse que será erigido nesta geração.

5 - Pois em verdade esta geração toda não passará sem que seja construída uma casa para o Senhor; e uma nuvem descansará sobre ela, nuvem essa que será a glória do Senhor, que encherá a casa.

Os Mórmons daquela geração foram forçados a fugir do Missouri devido a uma dura perseguição.  Jamais foi construído templo naquele terreno nos dias de Joseph Smith. Muitos anos mais tarde, um grupo Mórmon dissidente adquiriu a propriedade do terreno e assumiu o nome de “Igreja de Cristo do Lote do Templo”, onde estabeleceu sua sede. Granville Hedrick, líder do movimento, rejeitou diversas doutrinas e escritos Mórmons e chegou a declarar Joseph Smith como um “profeta caído”. Ainda hoje, não foi construído templo no Lote de Sião.

Colocando à prova os Profetas

Conheço as suas obras, o seu trabalho árduo e a sua perseverança. Sei que você não pode tolerar homens maus, que pôs à prova os que dizem ser apóstolos mas não são, e descobriu que eles eram impostores.” (Apocalipse 2:2, NVI)

Nos últimos 200 anos, vários líderes se levantaram nos Estados Unidos afirmando serem profetas religiosos com uma nova revelação e autoridade espiritual especial da parte de Deus. Entre eles, Charles Taze Russell (Testemunhas de Jeová), Ellen G. White (Adventistas do Sétimo Dia), Mary Baker Eddy (Ciência Cristã) e Joseph Smith (Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias). Cada um começou uma organização que reivindicou ser a única igreja cristã verdadeira, cada um teve ensinos originais, e cada um apelou à Bíblia em algum grau como sua base para a autoridade espiritual. No entanto, os ensinamentos e revelações destes "profetas" evidentemente contradizem uns os dos outros.

Como colocar à prova um autodenominado Profeta como Joseph Smith?

Jesus advertiu em Mateus 7:15 que muitos falsos profetas viriam, e vários outros lugares nos advertem sobre falsos profetas que enganariam a muitos (2 Coríntios 11: 4-15, Gálatas 1: 6-9, 1 Timóteo 4: 1, 2 Pedro 2: 1-3; 1 João 4: 1 e Judas 3-16). Não devemos nos surpreender, portanto, com os surtos frequentes de comunidades ditas cristãs lideradas por falsos profetas nos dias de hoje.

O teste Bíblico

“Amados, não creiam em qualquer espírito, mas examinem os espíritos para ver se eles procedem de Deus, pois muitos falsos profetas têm saído pelo mundo.” (1 João 4:1, NVI)

A Bíblia, em Deuteronômio capítulos 13 e 18, fornece 2 testes para qualquer um que diz ser um profeta e falar por Deus. Se a pessoa falhar em qualquer teste dado por Deus, então podemos nos assegurar que eles são um falso profeta e nós devemos rejeitar seu ensino. Aqui vamos nos concentrar no teste encontrado em Deuteronômio 18: 21-22, que diz o seguinte:

“Mas vocês perguntem a si mesmos: "Como saberemos se uma mensagem não vem do Senhor? Se o que o profeta proclamar em nome do Senhor não acontecer nem se cumprir, essa mensagem não vem do Senhor. Aquele profeta falou com presunção. Não tenham medo dele.” (Deuteronômio 18:21,22)

Aqui, o Deus de Israel orienta seu povo sobre como eles podem evitar ser enganados por alguém que diz ser um profeta: se mesmo uma das profecias do profeta não se tornar realidade, ele é um falso profeta. Qual seria o castigo se um profeta falasse uma falsa profecia? De acordo com o versículo 20, o profeta deveria. Então Deus toma a área da falsa profecia muito a sério.

Assim como os Mórmons podem e devem rejeitar o ensinamento de profetas como Russel, White e Eddy à luz da Bíblia, é importante que atentem para profecias proclamadas por Joseph Smith em nome do Senhor que, no entanto, não se cumpriram; e que tais falhas constituem uma séria objeções a sua alegação de ser um profeta de Deus dos Últimos Dias. “Não tenham medo dele.”


Livro Gratuito

Por um tempo limitado, a editora está oferecendo, aos membros da Igreja SUD, uma cópia gratuita em inglês do trabalho de pesquisa intitulado Where Does It Say That?  (Onde está escrito?) Ele fornece duplicações fotográficas de fontes SUD originais muitas vezes são difíceis de obter. Essas fontes documentam o ensinamento da Igreja SUD sobre várias questões, incluindo: Adão-Deus, a poligamia, a Primeira Visão e a expiação do sangue. Clique aqui para encomendar.